18 outubro, 2014

Resenha Olho Por Olho - Siobhan Vivian e Jenny Han

   Mil desculpas a vocês (pessoas lindas que lêem meu blog) falei que ia tentar postar uma resenha por semana, mas falhei. Não que eu não esteja lendo, pelo contrário. O problema é que sempre que o divo do meu vizinho liga os aparelhos dele meu computador desliga, já fui à Coelba e nada de resolver isso, então fico com meu tempo em frente a essa lindeza (meu PC) bastante limitado, tendo que otimizar o tempo entre vlogs, Enem, séries e amigos.
   Ultimamente não sei se só estou lendo livro ruim, ou se é apenas meu senso crítico sendo extremamente chato, mas a maioria das minhas leituras estou classificando como três estrelas – é, uma pena.
   O primeiro livro que li nesse mês (outubro, 2014) foi Olho Por Olho. Devo ressaltar que fiz uma “listinha” para minha escola com vários livros que queria ler (em 2013) e essas belezuras estão chegando este ano! Dei um break nos meus livros – devo ter uns 20 não-lidos – para usufruir (tô com um vocabulário muito inspirado hoje) dos da minha escola, já que estou de saída mesmo...
   O livro vai contar a história de três meninas que vivem na Ilha Jar (ela repete muito o nome dessa ilha, impossível não decorar). Kat era amiga da Lillian, mas agora não são mais tão próximas. E Mary é a ex-gordinha que decide voltar para o colégio para se vingar. A premissa é essa, um livro de vingança e reviravoltas, mas, como sempre (nos livros da Siobhan Vivian), perdeu o rumo.
   Devo alertá-los que os livros dessa autora são um pouco “infantis”, ou melhor dizendo, você vai gostar mais dele se ler com os seus 13 anos, mas se você for uma pessoa madura não sei se essa história vai colar.
   A Siobhan escreve bem até, mas o problema dela é a história em si. O livro é dividido pelo ponto de vista das três meninas, não senti que ela conseguiu dar voz aos personagens. As vinganças são por motivos bestas, a única que tem um motivo razoável é a Mary, mesmo assim... não me convenceu o porquê delas estarem fazendo aquilo. E o final?! Se aquilo realmente aconteceu... ah, foi um plágio de um dos livros do Stephen King (não vou citar o nome do livro porque pode ser spoiler).

   É uma leitura agradável, mas não é uma grande trama, muito menos um ótimo livro. É razoável. 

2 comentários:

  1. Foi um livro bom de ter lido, digo, você gostou da escrita e diagramação?

    ResponderExcluir
  2. Então, a escrita é legal, o problema é que a história é bestinha.

    ResponderExcluir